Bolsa Família Cadastro


O programa Bolsa Família, criado pelo governo Lula, atualmente atende as necessidades de cerca de 15 milhões de famílias em todo o Brasil. Além de garantir o auxílio mensal para pessoas que vivem em condições de extrema pobreza, o programa oferece o acesso a serviços básicos, como educação e saúde, por exemplo, e, acima de tudo, combate o mal que assombra inúmeras famílias brasileiras: a fome. Os usuários do programa tem o direito de receber parcelas mensais de até R$ 372,00. Muitas pessoas se interessam e precisam do auxílio mensal do programa para suprir necessidades básicas, mas o que ocorre é que essas não têm informações suficientes de como se cadastrar no mesmo.

Bolsa Família Cadastro

Como se Cadastrar no Bolsa Família

A pessoa que deseja se cadastrar no programa Bolsa Família deve, primeiramente, procurar na Prefeitura Municipal do município o qual reside, o órgão que se encarrega das responsabilidades do programa. A pessoa deve estar portando a documentação de toda sua família e também documentos que provem o nível do estado de pobreza em que vivem para que seja possível a realização da inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Os documentos necessários – citados anteriormente – são os seguintes:

  • Documentos do Responsável Familiar: CPF ou o título de eleitor do mesmo.
  • Documentos dos outros membros da casa: documento de identificação qualquer, como, por exemplo, carteira de identidade, certidão de nascimento ou casamento, carteira de trabalho.

Como funciona a seleção?

É necessário que fique claro que a etapa de inscrição não significa que o recebimento garantido do benefício, afinal, algumas pessoas tentam burlar algumas regras exigidas pelo programa. Depois que essa for realizada, o perfil do candidato e de sua família passa por uma análise e se o Ministério do Desenvolvimento Social e de Combate a Fome (MDS) julgar se o perfil se enquadra em todos os aspectos do programa, onde o principal critério consiste na renda per capita da família, o aval para o então recebimento do benefício é dado. Essa seleção é realizada todos os meses e famílias com menor renda e consequentemente mais necessidades, tem preferência na inclusão no programa.

Caso a pessoa seja escolhida na seleção, e vire beneficiária juntamente com sua família, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) alerta que os telefones de contato dos membros da família devem ser atualizados com frequência no Cadastro Único – ou simplesmente, CadÚnico. Isso porque dessa maneira facilita a comunicação com as famílias sobre informações como atualização cadastral, vacinação e cumprimento de frequência escolar.

No ano de 2013, alguns boatos e especulações – certamente de natureza maldosa – surgiram acerca do final do programa Bolsa Família. A repercussão disso foi imediata e resultou em diversos tumultos em algumas agências da CAIXA e Casas Lotéricas. Em apenas dois dias, após os boatos, o banco contabilizou cerca de 920 mil saques de benefícios referentes ao Bolsa Família. Entretanto, isso não teria como acontecer, pois o pagamento das parcelas referentes ao benefício segue o calendário do bolsa família divulgado com certa antecedência.

Em caso de mais dúvidas ou questionamentos, o interessado em se cadastrar no programa deve procurar uma agência da Caixa Econômica Federal próxima ao local em que reside ou ligar para a instituição através do número 0800-726-0207.

Avalie:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

CONTINUE LENDO

Deixe seu comentário!

Comments are closed.